ENTREVISTAS

O Chef do Bodyboard no RN

Conheça um pouco mais Ivanilson Santos, o nosso Chef de cozinha que manda muito bem nas ondas do RN.

 

VPM – Como você descobriu o bodyboard?

Acabei descobrindo o Bodyboard aos 14 anos de idade, como era um esporte de fácil acesso e não tinha que ter muito dinheiro para poder praticar, comecei com um amigo, me apaixonei e me dediquei muito. Fui muitas vezes para a praia andando das Quintas a Praia dos Artistas, literalmente estava apaixonado pelo esporte.

VPM – As competições te trazem uma grande responsabilidade ou você encara como momentos de diversão?

Encaro como pura diversão, já que estou ao lado de grandes amigos que conquistei praticando esse esporte que tanto amamos.

VPM – Como você avalia o seu desempenho em competições nos últimos anos? Quais campeonatos importantes você disputou e quais foram os melhores resultados?

 Não sou muito bom para me avaliar mas tento evoluir a cada dia. No momento só disputo a Liga Master de Bobyboard do RN. Não me interesso por outras competições no momento. Meu melhor resultado foi até agora terceiro lugar na Reestreante Master.

VPM – Quem é o cara que sempre te dá trabalho nas baterias?

Acho que a bateria é um momento de sorte, se algum amigo tiver com mais sorte que eu, ele vai ganhar. Mas se a sorte tiver comigo, não tem adversário forte.

VPM – Quais as mudanças mais significativas que você vê no estilo e nas manobras de quando você começou até agora?

Acho que não teve mudança muita mudança, só no estilo, no meu tempo era um surf mais clássico e nos tempos atuais, são mais radicais.

VPM – Quem você destaca como grande atleta no estado e que merece um destaque nacional e ainda não tem?

 Marcus Flavius é nosso grande nome, o surf dele é muito clássico.

VPM – Na sua opinião quem foi o maior nome do esporte no RN e no Brasil até hoje?

 Wagner Caetano. Ele é um cara que leva o nome do Bodyboard acima de tudo no RN, e no Brasil, é o nosso querido Guilherme Tâmega.

VPM – Existe algum pico que deixou saudades?

Com certeza a Praia dos Artistas no RN. Rolava altas ondas.

VPM – O que você acha que falta para o esporte decolar e ganhar visibilidade e atrair investimento nos atletas e campeonatos mais uma vez?

A união de todos os atletas, dedicação, mais garra e mais vontade de fazer os campeonatos. Não deixar a competição subir à cabeça e saber o que é uma confraternização. A competição é só uma consequência.

VPM – Qual a importância da Liga Master RN para o desenvolvimento do esporte no RN?

Tenho certeza que somos referência para essa criançada que está começando agora. E se somos referência, temos que ser os melhores para que eles possam se espelhar.

VPM – Pra finalizar manda aí o seu recado pra galera.

#EuSouLigaMasterDoRN com com muita orgulho com muita amor 🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊😉😉😉🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊🌊😉☠☠☠☠☠☠☠☠. Não podemos esquecer de falar no nosso grande companheiro Paulo Santos, o cara que fez a liga chegar crescer e chegar no grande nível que está hoje.  Parabéns Paulo Santos a liga só tem que agradecer a você. Estamos aguardando o seu retorno 🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏.

 

MATÉRIAS